John Wick: Um Novo Dia Para Matar (Chad Stahelski, 2017)

Uma narrativa espelhada, duas missões que se transformam em frenéticos set pieces de ação. O retorno de Stahelski e Reeves a John Wick parte da ambição quase sang-sooniana de oferecer a uma mesma estrutura de ação – o primeiro filme, e especialmente sua sequência de invasão à boate, a mais minuciosamente coreografada – novas possibilidades de reencenação, num exercício formal extremamente cuidadoso com os movimentos de câmera, corpos, luzes e cores, e os efeitos que produzem em tela. É portanto essencial que, para cada acusação de refilmagem gananciosa ou picareta recebida por essa continuação, exista um momento da segunda parte recriando outro da primeira, num círculo autoconsciente da ação que culmina em um gatilho para outra continuação. Essa estrutura centrífuga oferece a Stahelski um espaço despojado para exercitar seu domínio sobre os códigos do cinema de ação hollywoodiano (com uma mise-en-scène que lembra ainda os mestres da ação asiática – Johnnie To, John Woo, Tsui Hark, etc), focando no que é essencial para a fruição dessa ação – a coreografia detalhista de lutas e tiroteios, a distância da câmera e seu enquadramento, o ritmo dos planos e da montagem. A missão nas catacumbas romanas e o inacreditável embate na galeria de arte contemporânea não empalidecem frente à sinfonia visual de um Kill Bill Vol 1. (Tarantino) e à lógica alucinante de gameplay de um Resident Evil 5: Retribution (P. S. W. Anderson), exercícios formalistas dos mais interessantes no cinema de ação popular recente (os fãs de Mad Max: Fury Road também podem inclui-lo nessa lista). Destaca-se também a atenção do filme à construção de sua mitologia particular, amplificando a atmosfera da primeira obra, seus cenários, personagens, códigos morais e de conduta, e reimaginando o espaço urbano da metrópole ao conceder a alguns de seus signos uma conotação de farsa que serve diretamente à mitologia. A quem ainda espera algo do cinema de gênero norte-americano, Chad Stahelski é um nome a ser observado.

Fale:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s